Whatsapp: (12) 98198-0658

7 Coisas que podemos tirar do filme Rock

A história de Rocky – a franquia de filmes, não o personagem – é uma grande fonte de inspiração e sabedoria para qualquer pessoa interessada em fazer filmes.

Creed, o sétimo filme da franquia Rocky, está prestes a chegar aos cinemas. Vamos dar uma olhada em como um filme pequeno, usando a nova tecnologia, boa música e edição incrível foi usado para criar uma das maiores franquias de filmes de todos os tempos. Aqui estão 7 coisas que os cineastas podem aprender com a franquia Rocky.

1-Montagem e Propaganda Poderosa

Rocky_IV_Gloves

O primeiro filme deu o tom com uma montagem icônica que passou a ser replicado em inúmeros filmes, incluindo quase todos os filmes de esportes feito desde então. Rocky chegou a ganhar um Oscar de Melhor Edição. Fora do primeiro filme, Rocky IV é conhecido por uma incrível quantidade de adaptações, 31,9% de todo o filme é apenas montagens, e o filme ainda é incrível.

Sergei Eisenstein desenvolveu a primeira montagem intelectual em Encouraçado Potemkin. O filme era uma peça de propaganda destinado a influenciar uma audiência com um tertium quid, ou uma terceira coisa que levam as pessoas a associar dois elementos. Na seqüência Odessa Passos infame, o público veria soldados atirando entre uma multidão e imediatamente se sentiriam impotentes e oprimidos. Esse sentimento de opressão é o tertium quid.

Rocky IV é uma peça incrível de propaganda americana. O filme apresenta a formação de Rock em uma cabana no deserto, enquanto seus oponentes em instalações de alta tecnologia com toda uma equipe de cientistas. Essas duas imagens dão ao público americano um sentimento de perseverança, não importa o adversário, um tertium quid de força.

Você pode pensar que fazer uma montagem é fácil, mas é realmente preciso uma grande técnica para usar. Você pode controlar as emoções de seu público com uma poderosa montagem. É tudo na edição.

2- Abraçar novas tecnologias

Garrett Brown with Sylvester Stallone during the filming of Rocky II.

O diretor John G. Avildsen Rocky queria que parte das filmagens originais fizessem com que o publico se movesse junto com o Rock. Para conseguir isso, Avildsen virou-se para o operador de câmara Garret Brown. Brown havia criado recentemente um novo estabilizador de câmera, que ele chamou de Steadicam.

Garret Brown tinha usado recentemente o dispositivo em dois outros filmes, e as filmagens tinham absolutamente deslumbrado todo mundo. Rocky foi um dos primeiros filmes a usar o Steadicam, que a partir dali se tornou uma peça padrão de equipamento de filmagem.

3- Tamanho do orçamento não determina o sucesso

Rocky-IA produção de Rocky é tanto de uma história oprimida como o próprio filme. Sylvester Stallone era um ator até então com pouca expressão e continha pequenos papéis no seu currículo. Enquanto estava incapaz de encontrar trabalho, Stallone começou a escrever um script em um caderno espiral. Ele teve o primeiro rascunho de Rocky concluído em apenas três dias.

Ele levou o script em vários lugares e praticamente todos gostaram, mas nenhum estúdio estava disposto a deixar Stallone atuar no filme. Eventualmente, Stallone iria chegar a um acordo com a United Artists. O negócio iria deixá-lo estrelar o filme, mas o orçamento de produção do filme foi cortado drasticamente. O orçamento total foi de pouco menos de US $ 1.000.000.

Stallone topou o negócio, e o filme foi filmado em 28 dias. Após o seu lançamento, Rocky passou a ser o filme de maior bilheteria do ano – chegando a marca de US $ 225 milhões em todo o mundo.

4- Não tenha medo de fazer alterações

Rocky-Banner

Com o orçamento limitado de Rocky, foi necessário que a equipe e Stallone começasse a trabalhar o mais rapidamente possível, o que acabaria por levar a alguns problemas de produção menores. Por exemplo, a equipe fazer as bandeiras para a arena de forma com que tivessem que reverter as cores do short de Rock. Com o orçamento que eles tinham, não havia nenhuma maneira de fixar o banner ou mesmo mudar calções reais do lutador. Em um momento rápido, Stallone simplesmente adicionou uma linha para o script, tirando sarro da situação. Ele fez o mesmo quando o roupão de luta de Rocky foi entregue com dimensões maiores.

O filme também precisou alterar uma cena entre Rocky e Adrian. Originalmente eles iriam para uma pista de gelo popular. A seqüência exigiria uma verba alta – que a produção não podia pagar. Em vez disso, a equipe filmou uma pista vazia e acrescentou uma cena em que Rocky suborna um zelador para deixá-los patinar depois da hora de fechamento do local.

O ponto é, algo inesperado vai acontecer. Não tente consertar tudo, nem todo problema tem de ser resolvido. Uma solução rápida é muitas vezes melhor do que perder dias ou semanas tentando resolver uma questão menor.

5- Você vai fazer um filme ruim – Vá para baixo, mas não para fora

Rocky_Beatup

Rocky V – Disse o suficiente.
Honestamente, ele é obrigado a acontecer. Pode haver um filme que você está completamente satisfeito, mas o público não gosta. Há também uma série de vezes que o filme vai ser um desastre, e você tem que salvar o que for possível. De qualquer maneira, apenas terminar um projeto e seguir em frente é a melhor opção. Cada filme oferece algo para aprender. Quando isso acontecer, então você vai saber como não fazer um filme.

6- Música dá o tom

09_Rocky__Blu-ray

Admita. Você viu essa imagem e a música já começou a tocar na parte de trás de sua cabeça. Bum-Bum-Bum-Bum Buuuuum-Buuuum.

A música é uma parte muito importante na arte de contar histórias, e que deveria ser óbvio com toda esta franquia. A partir das composições originais de Bill Conti para os hits de rádio populares, os filmes de Rocky sempre abraçou a música para as filmagens.

De Bill Conti, “Gonna Fly Now” é uma música icônica. Ela não só se tornou sinônimo de Rocky, mas com a história de todos os oprimidos. A trilha do filme foi um enorme sucesso, e Gonna Fly Now ficou na Billboard 200 durante cinco semanas e ganhou uma indicação ao Oscar de Melhor Canção Original.

Essa não foi a única vez que uma música de um filme da franquia Rocky foi indicado. Eye of the Tiger por Survivor também ganhou uma indicação ao Oscar de Melhor Canção Original para Rocky III.

7- Seu trabalho vai deixar um impacto duradouro sobre alguém

Creed_Ryan_Coogler

Já se passaram 39 anos desde que o primeiro Rocky chegou aos cinemas. Sylvester Stallone tinha imaginado que Rocky Balboa seria o capítulo final da saga Rocky. Em seguida, ele foi abordado pelo esperançoso diretor Ryan Coogler.

Coogler cresceu junto com a franquia Rocky, seu pai viu os filmes repetidamente, “A cena que ele sempre mostra era em que Rocky está na capela do hospital e Burgess Meredith, no personagem de Mickey, chega e tenta motivá-lo para tirá-lo do que quer que ele está. Sua esposa está em coma e ele só tinha um filho que ele ainda nem sequer tinha visto, Rocky não diz nada na cena. Ele apenas se senta lá e ouve. Burgess Meredith passa as emoções e frustrações quando grita. É uma linda, linda cena, e essa é a cena que meu pai sempre me mostrava. – Deadline”

Coogler virou-se para Sttalone e perguntou-lhe sobre a continuação da franquia. Creed leva a série em uma direção totalmente nova, como o envelhecimento de Rocky, alem que ele assume o papel de mentor e treinador do filho de Apollo Creed.

O verdadeiro legado da obra de um artista é o impacto que faz. Na maioria das vezes, o criador nem mesmo saberá que eles mudaram a vida de alguém, isso faz parte de ser um artista. Criar trabalho para os outros, com a esperança de que o que você faz vai ser eterno. De alguma forma, cada projeto em que trabalhar será uma lembrança para alguém. É por isso que você deve fazer o melhor de cada projeto. Você nunca sabe como você vai realmente afetar outros.

Confira o trailer de “Creed: Nascido Para Lutar”, novo filme da franquia Rock:

Fonte: http://bit.ly/1laN88Q

Saiba mais sobre a Video Flyer clicando aqui.

Leave a Comment

You must be logged in to post a comment.